PALÁCIOS E ARMAZÉNS DO REI DAVID SÃO DESCOBERTOS NO VALE DE ELAH, AO SUL DE JERUSALÉM




Dois edifícios públicos do Rei David, construídos de maneira até então não encontradas no

 Reino de Judá do século 10 a.C. foram descobertos no ano passado por pesquisadores da 

Universidade Hebraica e a Autoridade de Antiguidades de Israel em Khirbet Qeiyafa (Forte 

de Elah), uma cidade fortificada em Judá que data do tempo do Rei David e identificada 

como a cidade bíblica de Shaarayim. O sítio arqueológico está localizado a 30km ao sul de 

Jerusalém.

Uma das construções foi identificada pelos pesquisadores Professor Yossi Garfinkel, da Universidade Hebraica e Saar Ganor, da Autoridade de Antiguidades de Israel, como sendo o palácio de David e a outra estrutura seria utilizada com um enorme armazém real.

O palácio e os depósitos são a prova de construção oficial 
e uma organização administrativa durante o reinado de David.
 "Esta é uma prova inequívoca da existência de um reino, que soube
 estabelecer centros administrativos em pontos estratégicos", 
dizem os arqueólogos. "Até o momento não foram encontrados palácios que podem claramente ser atribuídos ao início do século 10 a.C. como podemos fazer agora. 

Khirbet Qeiyafa provavelmente foi destruído em uma das batalhas que foram travadas contra os filisteus, cerca de 980 a.C. O palácio que está sendo desenterrado e a cidade fortificada que foi descoberta nos últimos anos nos dão uma outra visão na compreensão do início do Reino de Judá".